Bolsas

Câmbio

Condomínio de Miami pode mostrar futuro de resistência ao clima

James Tarmy

(Bloomberg) -- O Monad Terrace -- um condomínio de luxo de 59 unidades em Miami Beach -- ainda não foi construído, mas o salão de vendas já está aberto.

Instalado no térreo de um edifício de escritórios a poucos quarteirões do terreno do Monad em frente à baía, o espaço recria o aspecto e a atmosfera de um apartamento modelo na esperança de que o banheiro de mármore, a cozinha em plano aberto e o quarto envidraçado convençam os compradores a gastar de US$ 1,7 milhão (por um apartamento de 188 metros quadrados) a US$ 12 milhões (1.293 metros quadrados) antes de o prédio ficar pronto.

O Monad, projeto da empresa de arquitetura francesa Ateliers Jean Nouvel, tem um arquiteto no local de Miami Beach que se chama Kobi Karp e que em uma tarde ensolarada de dezembro está no salão de vendas para mostrar o apartamento modelo. Mas em vez disso, ele está falando sobre o bangalô decrépito do outro lado da rua, que sobreviveu ao furacão Andrew, uma tempestade categoria 5 que em 1992 atingiu o sul da Flórida e causou prejuízos estimados em US$ 26,5 bilhões.

"As estruturas que foram construídas em 1929, 1939, tinham grampos para furacões", explica Karp. "Eles pegavam o vergalhão que atravessa o edifício e o passavam pela estrutura de madeira de cipreste. Então, quando o vento vinha para levantar o teto, ele não conseguia."

O que Karp está tentando dizer às pessoas sobre o setor imobiliário depois do furacão Andrew é que não é que os desenvolvedores não deveriam mais construir em Miami Beach. É que eles só precisam construir estruturas melhores.

Reforçada

De acordo com a planta, o Monad é uma dessas estruturas. Ao colocar a garagem no térreo e levantar o lobby do Monad Terrace a 35 metros acima do nível do mar, os arquitetos elevaram os espaços habitados da estrutura acima de algumas das piores enchentes causadas por tempestades (embora a previsão é de que elas crescerão) e ao dar suficiente força aos vidros e suportes de metal para aguentarem uma tempestade categoria 5, eles também tornaram o prédio quase à prova de furacões. O condomínio também tem bombas de água para a garagem, então, se inundar, a água não ficará lá por muito tempo.

Como as inundações na área metropolitana de Miami já são um problema urgente -- as chamadas "marés rainhas" sobem do subsolo da cidade através do calcário poroso -- e existe uma maior probabilidade de ocorrência de eventos meteorológicos extremos por causa dos efeitos cada vez mais rápidos da mudança do clima, a cidade precisa desesperadamente de soluções. O Monad Terrace, um edifício super-reforçado que supera as fortificações exigidas atualmente pela prefeitura, poderia indicar o futuro da resiliência ao clima.

A ideia, diz Bruce Mowry, o engenheiro da cidade, é que é possível tornar a cidade inteira resistente, sejam quais forem as exigências. O Monad Terrace e seu estilo, em outras palavras, parecem ter incorporado precauções excessivas às suas plantas, mas há uma boa chance de que daqui a 30 ou 40 anos essas torres elevadas à prova de tempestades sejam a regra.

"Nós elevamos os nossos padrões", diz Mowry, "e isso se aplica a todos".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos