Bolsas

Câmbio

Spirit estuda compra de jatos menores, incluindo os da Embraer

Mary Schlangenstein

  • Reprodução

(Bloomberg) -- A Spirit Airlines está considerando adicionar aviões menores à sua frota de jatos Airbus, enquanto a operadora procura formas de expandir seu serviço.

A empresa de baixo custo espera ir em busca dos fabricantes "em breve" ao ter concluído uma avaliação das opções, disse diretor comercial Matt Klein em uma entrevista. Ele se recusou a dizer quando a companhia aérea poderia fazer um pedido.

Acréscimo de jatos menores, como os fabricados pela canadense Bombardier ou da Embraer, aumentaria a meta da Spirit de implementar voos que vão atender desde cidades médias e pequenas a destinos turísticos populares.

A companhia aérea já tem planos de expandir sua frota de aviões da família Airbus A320 para 161 até o final de 2021. A Spirit tinha 112 dos aviões de corredor único no final do ano passado.

"Nós avaliamos que há algumas oportunidades de rotas que não estão sendo atendidas adequadamente hoje", disse Klein na segunda-feira no CAPA Americas Aviation Summit, em Houston. Qualquer escolha de aeronave precisaria garantir à companhia aérea a manutenção de sua estrutura como a de menor custo do setor, disse.

A avaliação poderia incluir jatos da linha Airbus 320, que vem em uma variedade de tamanhos. Boeing, que fabrica os jatos 737, também está na disputa. A Spirit disse que quer aumentar a capacidade em até 15% no ano que vem.

Aviões da Spirit acomodam atualmente entre 145 e 228 passageiros. O CS100 da Bombardier pode transportar até 135 e o CS300, até 160. O E190 E2 da Embraer pode acomodar até 114 passageiros, enquanto o E195 E2 pode acomodar, no máximo, de 146.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos