PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Odebrecht não vai mandar dinheiro para pagar bônus no exterior

Cristiane Lucchesi, Felipe Marques e Aline Oyamada

24/04/2018 08h15

(Bloomberg) -- A Odebrecht não vai mandar o equivalente a R$ 500 milhões para pagar bônus no exterior que vence amanhã e espera realizar o pagamento em atraso em menos de 30 dias, quando vence o período de carência, segundo disse porta-voz da empresa, explicando comunicado divulgado pela manhã sobre negociações da dívida.

O fluxo de caixa da Odebrecht é cada vez menor desde que a empresa teve seu nome envolvido nas investigações da Lava Jato.

A empresa conta com a venda de ativos no Peru para pagar dívidas, incluindo a hidrelétrica de Chaglla, que ela vendeu em setembro por US$ 1,4 bilhão. Ela ainda não recebeu os recursos da venda porque depende de autorização do governo do Peru, disse a Odebrecht em fevereiro.

A dívida total da companhia era de R$ 95 bilhões em junho do ano passado, último dado disponível.