ipca
-0,09 Ago.2018
selic
6,5 1.Ago.2018
Topo

American Airlines quer treinar e financiar futuros pilotos

Mary Schlangenstein

25/04/2018 12h09

(Bloomberg) -- A American Airlines iniciou um programa de treinamento e financiamento para candidatos a pilotos, ampliando os esforços para combater a iminente escassez de aviadores.

Os alunos selecionados para a nova Academia de Cadetes da American Airlines treinariam por até 18 meses em uma das três escolas de aviação vinculadas à empresa aérea.

Os estudantes teriam a opção de obter financiamento para o custo total, incluindo hospedagem e alimentação, por meio da Discover Financial Services, anunciou a American Airlines Group, em comunicado, na terça-feira (24).

O déficit de pilotos nos EUA deverá disparar para pelo menos 15 mil empregos até 2026, segundo estudo de 2016 do Departamento de Aviação da Universidade de Dakota do Norte, porque mais capitães estão atingindo a idade de aposentadoria compulsória e menos jovens estão escolhendo a aviação como carreira.

Grandes empresas aéreas dos EUA estão trabalhando com escolas de treinamento de voo, e as companhias regionais aumentaram os salários e adicionaram bônus de contratação para conseguir preencher as cabines de pilotagem.

"A falta de opções de financiamento tem limitado o tamanho da base de pilotos, deixando algumas das pessoas mais talentosas de fora da corrida", disse Kimball Stone, vice-presidente de voos da American. O treinamento de voo para uma especialização universitária em aviação comercial pode custar mais de US$ 60 mil, sem contar hospedagem e alimentação.

Os graduados da academia de cadetes da American teriam a chance de se tornar primeiros oficiais em uma das três companhias regionais de propriedade integral da empresa aérea. Futuramente, eles poderiam conseguir cargos na empresa aérea principal.

Piloto e copiloto nunca comem a mesma refeição

UOL Notícias

Mais Economia