ipca
0,45 Out.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Carlyle cria seu maior fundo imobiliário nos EUA com US$ 5,5 bi

Heather Perlberg

11/09/2018 14h31Atualizada em 11/09/2018 18h08

(Bloomberg) -- A Carlyle Group criou seu maior fundo imobiliário nos EUA em um momento em que o dinheiro continua fluindo para administradoras de ativos alternativos.

A empresa com sede em Washington reuniu US$ 5,5 bilhões para investimentos em imóveis residenciais e comerciais em seu oitavo fundo do tipo, cerca de US$ 500 milhões a mais do que havia projetado, segundo a empresa. Os sete fundos imobiliários anteriores da Carlyle têm apostado em propriedades como edifícios de apartamentos, residências para idosos e estudantes, instalações de armazenamento pessoal e centros de dados. Robert Stuckey dirige o grupo há cerca de 20 anos.

Para as maiores empresas de private equity, tem sido fácil obter dinheiro. Em julho, a Carlyle informou que havia fechado seu maior fundo de aquisições da história, reunindo US$ 18,5 bilhões. Dos US$ 210 bilhões em ativos sob gestão da Carlyle em 30 de junho, cerca de US$ 19 bilhões estavam em fundos imobiliários. Os CEOs Kewsong Lee e Glenn Youngkin têm considerado o setor uma possível grande oportunidade de crescimento.

O sexto e o sétimo fundo imobiliário da empresa, criados em 2010 e 2014, estavam produzindo taxas internas de retorno líquido de 20 por cento e 14 por cento, respectivamente, no fim do segundo trimestre, segundo a empresa. O sétimo fundo ainda não está totalmente investido.

Fora dos EUA, a Carlyle está mudando sua estratégia imobiliária na Ásia. A empresa planeja desmembrar a equipe focada na China até o fim do ano porque os investidores estão com menos apetite para um fundo imobiliário dedicado ao país. Os investimentos imobiliários asiáticos da empresa historicamente são muito menores que suas atividades nos EUA e na Europa.

--Com a colaboração de Gillian Tan.

Mais Economia