ipca
-0,21 Nov.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Ucraniano mais rico se recupera após perder fortuna na guerra

Alexander Sazonov

25/09/2018 12h10

(Bloomberg) -- Rinat Akhmetov sobreviveu à revolução, à guerra e à nacionalização de ativos. Sua fortuna despencou do pico registrado em 2013 depois que uma revolução na Ucrânia resultou em um conflito com a Rússia e na anexação da Crimeia.

Ainda assim, ele continua sendo a pessoa mais rica da Ucrânia. Aos 52 anos, está retomando o sucesso e acumula uma fortuna de US$ 5,9 bilhões, segundo o Bloomberg Billionaires Index.

Akhmetov é dono da System Capital Management, o maior conglomerado industrial do país, cujos ativos mais valiosos são a siderúrgica Metinvest e a DTEK, uma empresa do setor de carvão e energia. Ambas tinham empreendimentos nas regiões de Lugansk e Donetsk, onde houve um levante de rebeldes pró-russos após protestos em massa no início de 2014.

Akhmetov, um ávido defensor do ex-presidente Viktor Yanukovych, foi obrigado a se mudar de sua Donetsk natal para Kiev, e seu patrimônio caiu do pico de US$ 22,4 bilhões registrado em janeiro de 2013.

No início de 2017, os ativos da Metinvest e da DTEK em Lugansk e Donetsk foram nacionalizados por rebeldes pró-russos depois que militares veteranos da Ucrânia iniciaram um bloqueio ao transporte das regiões do leste controladas por rebeldes. Akhmetov manteve os negócios e a Metinvest registrou no primeiro semestre de 2018 resultados financeiros melhores do que no mesmo período de 2017.

A produção de carvão da DTEK diminuiu 12,9 por cento no mesmo período. Contudo, os esforços para converter algumas de suas unidades de energia do antracito -- não disponível na Ucrânia desde o bloqueio aos transportes -- para o carvão estão dando resultado e permitindo à holding reduzir a necessidade de importação de carvão, segundo Alexander Paraschiy, da Concorde Capital. Além disso, a empresa vai direcionar US$ 1,1 bilhão para energias renováveis até 2020.

Mais Economia