PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Citi deve transferir vagas para Madri com aproximação do Brexit

Charlie Devereux

25/10/2018 15h50

(Bloomberg) -- Com o Brexit se aproximando, o Citigroup pretende transferir algumas funções na equipe de private banking de Londres para Madri, segundo pessoas a par dos planos.

Alguns dos principais executivos da área são espanhóis, incluindo o líder regional Fernando López Muñoz. As fontes pediram anonimato porque os planos são privados. A equipe de Muñoz também atende clientes de altíssimo patrimônio em Portugal, Itália, Turquia e Grécia.

O Citigroup está entre os muitos bancos internacionais que atuam em Londres e estão colocando em prática planos de contingência para a saída do Reino Unido da União Europeia, em março de 2019. O risco de não haver acordo comercial entre as partes aumentou nas últimas semanas. Autoridades reguladoras da UE alertaram que é responsabilidade dos bancos assegurar os devidos procedimentos jurídicos para operar após essa data.

A intenção do Citigroup é que sua nova corretora esteja funcionando plenamente em Frankfurt até o fim do ano, caso as negociações entre o governo britânico e o bloco não resultem em acordo comercial ou de transição. O banco quer transferir 150 vagas para a nova unidade e contratará localmente boa parte do pessoal, de acordo com uma fonte com conhecimento do assunto.

O Citigroup também pretende transferir vagas para escritórios em Milão, Paris, Dublin e Luxemburgo, segundo informação passada à Bloomberg em janeiro.