PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Colgate Total será relançada sem substância controversa

Tiffany Kary

16/01/2019 11h34

(Bloomberg) -- Com uma festa de lançamento em 31 de janeiro e um novo comercial no Super Bowl, a Colgate-Palmolive vai fazer barulho com a nova versão do creme dental Colgate Total. Como parte da reformulação, a empresa eliminou um ingrediente controverso que manteve durante anos.

A Colgate-Palmolive já tinha removido a substância -- o triclosan -- de seus sabonetes, mas manteve nas pastas de dente, afirmando que o uso é aprovado pela Administração de Alimentos e Medicamentos dos EUA (FDA, na sigla em inglês) e ajuda a prevenir a gengivite. Órgãos de defesa da saúde têm feito alertas a respeito do produto químico e a própria FDA afirmou que estudos levantam questionamentos pela possível ligação do triclosan com o câncer, pelos reflexos sobre a tireoide e pelo efeito de tornar bactérias resistentes a antibióticos.

A Colgate-Palmolive, que está desenvolvendo a nova versão há 10 anos, ainda não fez um anúncio amplo da remoção da substância. O porta-voz Thomas DiPiazza não respondeu se a empresa estava removendo o triclosan devido ao escrutínio regulatório ou a preocupações com a saúde.

'Completamente nova'

A Colgate-Palmolive divulgou a reformulação em uma conferência em setembro.

"Vamos levar ao mercado uma Colgate Total completamente nova", disse o CEO Ian M. Cook, segundo uma transcrição da Barclays Global Consumer Staples Conference. Ele disse que o produto enfocará as mesmas coisas que antes, como placa, proteção do esmalte e cavidades, mas adiciona benefícios como a "neutralização instantânea de odores para melhorar a saúde da respiração". Ele acrescentou que o produto englobava 60 patentes.

Mas foi só depois de uma pergunta direta, durante uma sessão de perguntas e respostas, que ele confirmou a mudança do ingrediente ativo da pasta de dentes.

"As tecnologias desse produto nos levarão a substituir o ingrediente que temos na Total, que hoje é o triclosan", respondeu Cook, segundo a transcrição. Ele disse que o produto chegaria às prateleiras no começo deste ano.

Mudança histórica

O Conselho de Defesa dos Recursos Naturais (NRDC, na sigla em inglês), que pressiona a FDA a regular o triclosan e um produto químico relacionado desde 2010, disse que a reformulação da Colgate-Palmolive é um reflexo do fato de os consumidores "não quererem produtos químicos tóxicos".

"Este produto era o mais preocupante com triclosan depois dos sabonetes, porque era colocado diretamente na boca", disse Mae Wu, advogada sênior do NRDC, sobre a Colgate Total, citando a preocupação com o fato de os produtos químicos serem facilmente absorvidos na boca e terem mostrado que afetam funções musculares.

As preocupações a respeito de resistência antibacteriana, por sua vez, circulam desde 2000, pelo menos -- apenas três anos após a Colgate Total com triclosan receber aprovação da FDA. Em 2010, o NRDC processou a FDA por causa do produto químico, afirmando que a agência tinha proposto regular o triclosan desde 1978, mas que nunca o fez.

Os cremes dentais da Colgate, incluindo o Total, continuam entre as marcas mais vendidas em um mercado com vendas avaliadas em US$ 3 bilhões em 2017, segundo a Mintel Group.