PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

IRobot divulga próximo lançamento: cortador de grama

Mark Gurman

30/01/2019 13h03

(Bloomberg) -- A IRobot, fabricante do aspirador de pó robótico Roomba, revelou o que o cofundador da empresa, Colin Angle, chama de segundo ato: um cortador de grama.

O Terra, assim como seu irmão, que é feito para ambientes internos, opera por conta própria e volta para uma estação-base para recarregar, mesmo durante o trabalho. Pode ser usado com um aplicativo de smartphone para agendar um corte automático e ser programado para cobrir partes específicas de uma área. O robô tem tecnologia de "mapeamento inteligente", segundo a empresa, para cortar a grama em linhas eficientes, retas, indo e voltando, e não precisa de arames delimitadores para não invadir os canteiros de flores.

Angle, que é também CEO da IRobot, disse que o cortador de grama é o "robô mais esperado desde a criação do aspirador de pó". "Quando você vai cortar meu gramado?" Ele disse que vem respondendo a essa pergunta dos clientes desde o lançamento do Roomba. O Roomba apareceu pela primeira vez em 2002 e uma versão atualizada em 2015 permite que o robô mapeie o interior de uma casa.

Angle chama o Terra de uma "oportunidade do tamanho do Roomba". O robô-aspirador é o maior gerador de receita da empresa. A IRobot vendeu mais de 25 milhões unidades em todo o mundo. No terceiro trimestre, a receita total foi de US$ 264,5 milhões.

O esfregão robótico da empresa gera cerca de 10 por cento das receitas e o limpador de piscina não é um "motor real de receitas a longo prazo". Angle disse que as vendas do cortador de grama não seriam significativas em 2019, mas que o robô se tornaria líder de crescimento a partir de 2021.

Segundo a Allied Market Research, o mercado de cortadores de grama robóticos será de US$ 1,4 bilhão em 2025, contra US$ 538 milhões em 2017. Entre as concorrentes estão LG Electronics, Honda Motor e Robert Bosch. A IRobot tem sede em Bedford, Massachusetts, nos EUA.

Apesar de o cortador de grama Terra usar tecnologia semelhante à do aspirador de pó, Angle disse que o equipamento é diferente porque precisava ser projetado para segurança e para sobreviver em diferentes condições climáticas externas. O Terra inclui mecanismos de cortadores de grama padrão, como lâminas de corte. "Ele tem um desempenho legitimamente tão bom quanto ou melhor no corte" se comparado aos cortadores de grama tradicionais, disse Angle.

O Terra irá à venda primeiro na Alemanha neste ano e será lançado nos EUA como parte de um programa de testes. Ele será colocado à venda nos EUA e em outros países em 2020, disse Angle. O cortador de grama terá um preço "competitivo", disse. Os cortadores de grama robóticos que estão no mercado hoje podem custar US$ 1.000 a mais de US$ 3.000.A IRobot lançará o produto primeiro na Alemanha porque já há cortadores de grama robóticos presentes no país, o que cria um ponto de comparação para a iRobot, disse Angle. Além disso, os gramados da Alemanha são menos complexos do que os dos EUA.