PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Match supera estimativas devido à paixão global por Tinder

Olivia Carville

07/02/2019 13h10

A cena de paquera internacional está deslizando para a direita no Tinder, o que ajudou a gerar um aumento de 17% na média total de assinantes no último trimestre para a companhia controladora Match Group.

A empresa de paquera online pertencente à IAC/InterActiveCorp superou a média de estimativas dos analistas em quase todas as métricas do quarto trimestre, embora a projeção de receita no trimestre atual tenha ficado abaixo das expectativas. A empresa projetou receita de US$ 455 milhões a US$ 465 milhões, abaixo da estimativa média de US$ 470 milhões. A Match também anunciou que adquiriu todas as ações remanescentes do Hinge - acrescentando mais um site de namoro digital a seu portfólio.

A receita no período de três meses encerrado em 31 de dezembro aumentou 21%, para US$ 457 milhões. Os analistas tinham previsto US$ 449 milhões. O resultado ajustado por ação foi de 39 centavos, superando a estimativa média de 38 centavos. As ações subiram 11% em negociações estendidas. Elas terminaram o dia com queda de 4,7%, a US$ 53,08.

A CEO, Mandy Ginsberg, disse que 2018 foi "o melhor ano de nossa história para os acionistas".

Valor de mercado triplicou

Desde que a Match abriu o capital, em 2015, seu valor de mercado triplicou, em grande parte graças ao Tinder, aplicativo em que os usuários deslizam o dedo para a direita na tela do smartphone para indicar interesse em um potencial encontro. No quarto trimestre, o Tinder ganhou 233 mil novos assinantes, o que elevou o número médio de assinantes para 4,35 milhões. O crescimento da receita direta no Tinder aumentou 57% no trimestre.

O crescimento no Tinder foi amplamente estimulado pelos mercados internacionais. O aplicativo agora está disponível em 190 países e 46 idiomas. No futuro, Ginsberg disse que a Match se concentrará em mercados emergentes de paquera, como Japão, Índia e Coreia do Sul. A Match começou a investir em propagandas televisivas adaptadas a diferentes culturas para aumentar suas assinaturas internacionais do Tinder, disse ela.

Existem mais de 600 milhões de solteiros conectados à internet no mundo, disse Ginsberg, e dois terços não se interessaram pelo namoro online - ainda. No último trimestre, a média internacional de assinantes subiu 23%, mais que o dobro do ritmo de crescimento na América do Norte.

Além do Tinder, a Match também possui os sites de paquera online por assinatura OKCupid, Plenty of Fish, Hinge e dezenas de outros. Os usuários pagam um prêmio para obter mais serviços que lhes permitem ver quem está interessado neles ou dar um "Super Like" em um possível parceiro romântico.

No ano passado, a Match adquiriu uma participação majoritária no Hinge, que se anunciou como o aplicativo de paquera anti-Tinder. O Tinder é popular entre o público universitário e é amplamente conhecido como um aplicativo de "ficadas", e o Hinge afirma atender aos millennials que estejam buscando um relacionamento mais sério.