PUBLICIDADE
IPCA
+0,25 Jan.2021
Topo

Agora milionário, Bernie Sanders vai divulgar imposto de renda

Laura Davison

12/04/2019 08h23

(Bloomberg) -- O senador Bernie Sanders, o socialista democrata que construiu uma carreira promovendo políticas para aumentar impostos para milionários e bilionários, disse que planeja divulgar suas declarações de imposto de renda até 15 de abril, quando vence o prazo de entrega da declaração anual.

Sanders, de Vermont, disse que irá divulgar declarações dos últimos 10 anos. O senador revelou esta semana que sua fama literária nos últimos anos o colocou no topo da lista de indivíduos de alta renda, ridicularizados por ele durante décadas.

"Escrevi um livro best-seller", disse Sanders ao New York Times esta semana. "Se você escreve um best-seller, também pode ser um milionário."

O senador se recusou a divulgar suas declarações de imposto de renda completas quando disputou a nomeação pelo Partido Democrata na corrida presidencial em 2016. Sanders aparece novamente como um dos principais candidatos para a disputa em 2020, e tenta administrar a desconexão entre décadas de retórica sobre o "1% mais rico" e sua própria posição dentro desse grupo.

Quando disputou a nomeação contra Hillary Clinton em 2016, Sanders divulgou apenas a declaração para o ano fiscal de 2014. Desde então, Sanders publicou três livros, incluindo "Our Revolution: A Future to Believe In" (Nossa Revolução: Um Futuro para Acreditar), e passou de senador de um pequeno estado com ideias consideradas fora do mainstream pela maioria, para um dos políticos mais reconhecidos nos EUA.

"A base democrata provavelmente será mais dura com políticos que têm maior patrimônio. É uma responsabilidade política para Sanders", disse John Wonderlich, diretor-executivo da Sunlight Foundation, um grupo governamental aberto. "Para Trump, a responsabilidade é se ele não tem tanto quanto disse que tem."

A divulgação antecipada das declarações de Sanders acontece em um momento em que todas as atenções estão voltadas às informações fiscais dos candidatos presidenciais. O presidente dos EUA, Donald Trump, quebrou uma longa tradição de 40 anos ao não divulgar sua declaração de imposto de renda na corrida presidencial em 2016. Os democratas especularam que Trump ou não é tão rico quanto afirma - o índice Bloomberg Billionaires avalia seu patrimônio em US$ 2,8 bilhões, principalmente em arranha-céus em Nova York e campos de golfe - ou tem laços comerciais no exterior que podem comprometer sua independência.

A declaração de Sanders não mostrará quanto patrimônio acumulou no total, e sim a trajetória de sua renda na última década, além de indicar se o senador pessoalmente se beneficiou da reforma tributária realizada por Trump em 2017, que reduziu a alíquota máxima individual de 39,6% para 37%.

"Bernie deveria explicar isso como 'sim, sou milionário e pessoas como eu deveriam estar pagando mais impostos'", disse Brad Bannon, consultor democrata em Washington.

Sanders apresentou vários planos para elevaro imposto imobiliário que seria aplicável a propriedades avaliadas em US$ 3,5 milhões. Também propôs tributar a renda com ganhos de capital com alíquotas mais altas do que as aplicadas para os que possuem maior renda e elevar a alíquota marginal máxima de indivíduos para 52%.

Para Bannon, os democratas precisam divulgar suas declarações de impostos, mas também falar sobre outros assuntos, em vez de se concentrar em como Trump não divulgou sua declaração.

Para contatar o editora responsável por esta notícia: Daniela Milanese, dmilanese@bloomberg.net