PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Para salvar festival, Woodstock 50 é transferido para Maryland

Lucas Shaw

26/07/2019 14h33

(Bloomberg) -- Os organizadores do festival que marca o 50º aniversário de Woodstock decidiram realizar o evento em Maryland, em não mais no estado de Nova York, uma mudança que irá salvar o conturbado espetáculo, dizem.

O festival está programado para acontecer entre 16 e 18 de agosto no Merriweather Post Pavilion, um anfiteatro ao ar livre em Columbia, Maryland, segundo documentos obtidos pela Bloomberg. O local poderia acomodar cerca de 32 mil pessoas.

Os organizadores do Woodstock 50 tentam salvar o festival depois que seu principal patrocinador desistiu de financiar o evento e autoridades de Nova York negaram a licença para o concerto. Tentativas de transferir o evento para diferentes pontos do estado - local original do festival realizado em 1969 - não deram certo.

"Quando soubemos que havia uma oportunidade de salvar este festival e trazer um pedaço da história americana para nossa comunidade neste verão, aproveitamos a oportunidade", escreveu Calvin Ball, executivo do condado de Howard, em nota a Greg Peck, um dos organizadores.

O plano ainda enfrenta desafios. O programa original incluía Jay-Z, Miley Cyrus e Halsey, mas alguns artistas podem desistir de participar, já que o local fica a mais de 400 quilômetros de onde seria realizado o festival em Nova York. O Merriweather Post Pavilion também é menor do que o originalmente prometido. Os organizadores conversam agora com os artistas e seus representantes sobre o novo plano.

Os organizadores pretendem cobrar de US$ 129 a US$ 595 por passes de um dia para o evento, segundo os planos atuais. O plano de marketing distribuído inclui e-mails para mais de 800 mil pessoas, outdoors espalhados por Washington, Maryland e Virgínia do Norte e um anúncio de página inteira em jornais locais.

O festival original atraiu centenas de milhares de pessoas para uma fazenda de gado leiteiro em Bethel, Nova York. Grandes estrelas do rock participaram do evento, como Grateful Dead, Janis Joplin, The Who e Jimi Hendrix. O desastre logístico se tornou sinônimo do movimento hippie.