PUBLICIDADE
IPCA
1,35% Dez.2020
Topo

Troca totalmente digital de ativos é questão de tempo: Tradeweb

Felice Maranz e Jenny Surane

16/12/2019 18h05

(Bloomberg) -- Os operadores do mercado de renda fixa foram alguns dos últimos a adotar as plataformas eletrônicas. Lee Olesky acha que é questão de tempo até que todos eles troquem o telefone pelo computador.

"Pessoalmente, acho que tudo será digital", disse Olesky, presidente e cofundador da Tradeweb Markets, em entrevista realizada na sede da Bloomberg em Nova York. "Só não se sabe quando."

A plataforma de negociação de títulos e derivativos Tradeweb abriu o capital em abril e os investidores parecem entusiasmados com suas perspectivas de crescimento. A ação da Tradeweb é a de melhor desempenho entre as oito IPOs (initial public offerings) realizadas nos EUA que superaram US$ 1 bilhão este ano, segundo dados compilados pela Bloomberg. As ações subiram mais de 65% em relação ao preço da colocação.

Olesky vê "grande oportunidade" nos derivativos de juros dos EUA porque a parcela eletrônica desse mercado é de apenas 20% a 25%. A empresa também vem desenvolvendo novas formas de negociação eletrônica de títulos do Tesouro americano no mercado à vista e quer penetrar o vasto mercado de títulos públicos da China.

O volume da Tradeweb tem aumentado constantemente desde que os dados passaram a ser divulgados. Em novembro, o volume médio diário nos mercados de juros, empréstimos e ações aumentou 22% em relação a um ano antes para US$ 693 bilhões.

Embora as negociações de títulos do Tesouro americano tenham migrado em massa para o meio eletrônico, plataformas de renda fixa, incluindo a Tradeweb, provavelmente continuarão crescendo à medida que os investidores buscam digitalizar tarefas, de acordo com Paul Gulberg, analista da Bloomberg Intelligence. Isso vale mesmo se os juros mais baixos prejudicarem a volatilidade e o ritmo de negociações no curto prazo, segundo ele.

No último ano, a Tradeweb observou rápido aumento do interesse por transações para despejar títulos do Tesouro mais antigos, segundo Olesky. Esse esquema, elaborado para ajudar grandes corretoras a limpar seus livros contábeis, permite que as ordens sejam colocadas no sistema Sweep da Tradeweb. Em horário designado, a Tradeweb junta compradores e vendedores para fechar acordo a um preço específico.

Os maiores bancos de Wall Street estão usando o Sweep para aumentar a eficiência de suas mesas de negociação, de acordo com Olesky. O sistema foi oferecido inicialmente na Europa, se expandiu para 10 produtos no mundo todo e se tornou uma das operações da Tradeweb que mais cresce no segmento de trocas entre corretoras, explicou ele. "É eficiência", disse Olesky. "Você não precisa clicar nos botões."

Ainda assim, a adoção das negociações eletrônicas na renda fixa tem sido mais lenta que na renda variável. Mais de duas décadas após a fundação da Tradeweb, apenas 58% das transações com títulos do Tesouro americano são facilitadas por plataformas eletrônicas, de acordo com dados compilados pelo Aite Group. A própria empresa afirmou recentemente em um blog que apenas 30% dos papéis com grau de investimento nos EUA são negociados eletronicamente.

Mesmo após a abertura de capital em abril, a Refinitiv manteve a participação majoritária na companhia. Blackstone Group e outros grandes investidores atualmente detêm 55% da Refinitiv, que já aceitou ser comprada pela Bolsa de Londres. A Bloomberg, controladora da Bloomberg News, compete com a Tradeweb na prestação de serviços de negociação para o setor financeiro.

"O jogo de ganho de escala está acontecendo", disse Olesky, se referindo a empresas de tecnologia e bolsas que buscam vantagens. Ele espera que o movimento continue.

A ação tem sete recomendações de compra e oito de manutenção na carteira. O preço-alvo médio definido pelos analistas implica um ganho de 8,5% nos papéis nos próximos 12 meses.

--Com a colaboração de Elizabeth Stanton, Molly Smith e Rachel Evans.

Repórteres da matéria original: Felice Maranz New York, fmaranz@bloomberg.net;Jenny Surane em Nova York, jsurane4@bloomberg.net