PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Estoques de bancos de sangue nos EUA em nível crítico por vírus

John Tozzi

18/03/2020 14h15

(Bloomberg) -- A ampla paralisação do comércio e da vida social nos Estados Unidos provocada pela nova pandemia de coronavírus deixou os estoques de bancos de sangue do país em nível crítico, dizem profissionais do setor.

Centros de sangue têm pedido aos cidadãos que marquem consultas para fazer doações, já que muitos locais típicos para coletas como escolas, faculdades, empresas e locais religiosos estão fechados.

Cerca de 4 mil coletas de sangue programadas para março, abril e maio foram canceladas, reduzindo o estoque projetado em 130 mil doações, de acordo com o America's Blood Centers, uma associação do setor. Um relatório do Serviço de Pesquisa do Congresso divulgado em 13 de março alertou que o surto "pode representar desafios significativos" para o estoque de sangue nos EUA.

Estoques baixos

Na segunda-feira, o banco de sangue de San Diego possuía menos de dois dias de estoques da maioria dos tipos de sangue, disse a porta-voz Claudine Van Gonka. O objetivo do centro é ter estoque para 7 a 10 dias. Embora a falta de sangue não seja sem precedentes, Van Gonka disse que nunca viu um problema tão generalizado em seus 25 anos no setor.

"O problema é que não sabemos quando as coisas vão melhorar", disse.

Os primeiros sinais de problemas surgiram em Seattle. Como algumas escolas fecharam no início deste mês para limpeza após possível exposição ao vírus, doadores começaram a cancelar as consultas, disse Curt Bailey, presidente da Bloodworks Northwest. Coletas nas empresas cessaram quando os empregadores incentivaram funcionários a trabalhar remotamente.

©2020 Bloomberg L.P.