PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Credit Suisse vai oferecer testes de anticorpos a funcionários

Patrick Winters

20/05/2020 13h10

(Bloomberg) -- O Credit Suisse planeja oferecer testes aos funcionários para que possam saber se foram expostos ao coronavírus. Assim como outros bancos, a instituição estuda maneiras de tranquilizar a equipe no retorno ao trabalho.

O banco, que implementa um plano de retorno aos escritórios em quatro fases, começará em breve os testes-piloto de anticorpos desenvolvidos pela Roche na Suíça. Os principais centros devem realizar testes a partir de junho, segundo memorando confirmado por um porta-voz do banco. Se o teste-piloto for bem-sucedido, o banco planeja implementá-lo nas principais unidades a partir de junho, segundo o porta-voz.

"Um teste de anticorpos pode proporcionar um alto nível de certeza aos nossos funcionários em relação aos seus anticorpos, indicando se uma pessoa pode ter contraído o coronavírus anteriormente", de acordo com o memorando do conselho executivo do banco à equipe.

Os maiores bancos do mundo têm adotado medidas para tranquilizar a força de trabalho diante da proximidade do retorno aos escritórios, com muitos países ainda com medidas de isolamento social. O CEO do Citigroup, Michael Corbat, disse que os funcionários podem tirar a próxima sexta-feira de folga, uma recompensa por terem trabalhado "mais do que nunca" em resposta à pandemia de coronavírus. Já o Credit Suisse ofereceu licença familiar remunerada aos funcionários já que, com escolas fechadas devido às medidas de isolamento, muitos pais enfrentam o desafio de equilibrar trabalho e cuidado dos filhos.

O banco suíço vai testar os funcionários gratuitamente e de forma voluntária, informou um porta-voz do banco em comunicado. Com o tempo, a instituição pode começar a incorporar testes nos planos oficiais, conforme as diretrizes dos governos sobre o retorno aos escritórios, de acordo com o memorando.

©2020 Bloomberg L.P.