PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

"Vamos triunfar", diz robô de Ruanda em batalha contra vírus

Saul Butera e Antony Sguazzin

20/05/2020 15h54

(Bloomberg) -- Depois de implantar com sucesso drones para fazer cumprir medidas de confinamento e conter a propagação do coronavírus, Ruanda agora conta com a ajuda de cinco robôs.

O país africano, que está na vanguarda da adoção de tecnologia no continente, usará robôs fabricados na Bélgica em um centro de tratamento de Covid-19 para medir a temperatura dos pacientes e alertar agentes de segurança quando pessoas não usarem máscaras.

"Tenho sido muito útil em países como Coreia do Sul, Suíça, Países Baixos, Bélgica e China, onde o coronavírus se originou", disse um dos robôs, conhecidos como Zorabots, à equipe médica reunida na unidade Kanyinya na capital Kigali. "Estou ansioso para fazer o mesmo em Ruanda. Juntos, vamos triunfar."

Os robôs também podem fornecer alimentos e outros suprimentos aos pacientes, minimizando o contato com a equipe médica, de acordo com o diretor geral do Centro Biomédico de Ruanda, Sabin Nsanzimana.

Ruanda foi um dos primeiros países africanos a introduzir um sistema de cartão inteligente para ônibus urbanos e implantar drones para a entrega de medicamentos. Hoje, drones equipados com alto-falantes sobrevoam as ruas da cidade para transmitir medidas de combate ao vírus, uma estratégia pioneira da China e usada da Índia ao Reino Unido.

R2D2

Os Zorabots são fabricados por uma empresa belga homônima que fornece uma variedade de modelos com nomes como Mario e Pepper para os setores de varejo e hotelaria. O robô médico é baseado no robô Nao, originalmente projetado pela japonesa Softbank Robotics.

Zora é "bonito, tem olhos bonitos e pode ver muito bem", diz a empresa sobre o robô em forma humanoide em seu site. Seus fundadores, Fabrice Goffin e Tommy Deblieck, disseram que foram inspirados pela série Star Wars e seu personagem robô R2D2.

Ruanda tem 308 casos confirmados de Covid-19, sem mortes registradas até o momento.

©2020 Bloomberg L.P.