PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Fintech indiana apoiada por SoftBank mira IPO em 2021

Saritha Rai

20/07/2020 15h07

(Bloomberg) -- A plataforma de seguros online Policybazaar pretende abrir capital em 2021 com valor de US$ 3,5 bilhões, potencialmente se tornando a primeira das megastartups da Índia a estrear na bolsa em meio à expansão da economia digital.

A startup planeja garantir cerca de US$ 250 milhões em uma rodada de financiamento com valuation acima de US$ 2 bilhões, antes de uma oferta pública inicial em setembro de 2021, disse o cofundador Yashish Dahiya em entrevista à Bloomberg News. Agora, a Policybazaar seleciona de dois a três coordenadores do IPO de uma lista que inclui vários bancos de Wall Street, disse Dahiya, CEO da ETechAces Marketing and Consulting, controladora da Policybazaar.

"O tamanho do IPO será de cerca de US$ 500 milhões", disse Dahiya em entrevista de Londres. "Temos interesse global e aumentaremos nas próximas semanas" para o financiamento pré-IPO.

A Policybazaar, que tem entre os investidores o Vision Fund do SoftBank, Tiger Global Management e Tencent, pode se tornar a primeira das startups da era digital da Índia a abrir capital. Como os unicórnios Ola, Flipkart e Paytm, a fintech se beneficiou do uso da Internet e dispositivos móveis, o que impulsionou os serviços digitais no segundo país mais populoso do mundo. A expectativa é replicar o sucesso de outra seguradora financiada pelo SoftBank, a Lemonade, cujas ações dispararam na estreia nos EUA mês passado.

A Policybazaar pretende realizar o IPO em Mumbai, mas Dahiya disse que pode considerar uma listagem dupla se as regras mudarem. A Índia está revisando regulamentos para ajudar a listagem de empresas no exterior.

©2020 Bloomberg L.P.

PUBLICIDADE