Bolsas

Câmbio

Banco central chinês realiza maior injeção de capital dos últimos cinco meses

Pequim, 5 jan (EFE).- O Banco Popular da China (central) anunciou nesta terça-feira uma injeção de capital de 130 bilhões de iuanes (cerca de R$ 80 bilhões) no sistema financeiro nacional, a maior realizada desde setembro, com o objetivo de reduzir a falta de liquidez na segunda economia mundial.

A injeção foi feita através de acordos de recompra inversa ("repos") com vencimento de sete dias, nos quais a entidade emissora adquire valores os bancos comerciais com o compromisso de revendê-los mais tarde.

A operação tem juros de 2,25%, a mesma taxa aplicada a outra injeção feita semana passada, então no valor de 10 bilhões de iuanes.

A medida busca resolver os problemas de falta de liquidez ocasionados pela queda de novos fundos em iuanes sem divisas, apesar de alguns analistas terem recomendado para isso uma redução do depósito compulsório dos bancos (porcentagem de seus empréstimos que as entidades não podem dedicar ao crédito).

Os fundos em iuanes pendentes de divisas (aqueles postos no mercado quando os bancos adquirem moeda estrangeira de seus clientes) registraram em novembro queda de 315,8 bilhões de iuanes em relação ao mês anterior.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos