Bolsas

Câmbio

Desemprego fecha 2015 com 4,1 de desempregados na Espanha, queda de quase 8%

Madri, 5 jan (EFE).- O desemprego caiu na Espanha em 2015, e o ano terminou com 4,093 milhões de pessoas paradas registradas, 354 mil a menos, o maior descenso anual de toda a série histórica que começou em 1996, informou o Ministério de Emprego e Seguridade Social nesta terça-feira.

É a terceira queda consecutiva do desemprego desde 2006, após os contabilizados em 2013 e 2014, mas o ritmo de queda ser o maior deste século.

Este dado foi alcançado pela melhor evolução do desemprego em 2015, a que se somou a saída de 55.790 pessoas das listas de desemprego em dezembro, queda que se repetiu nos últimos quatro anos.

A afiliação média à Seguridade Social aumentou em 2015 em 533.186 pessoas, aumento de 3,18%, o número mais alto em um ano completo desde 2006 e que situa em 17.308.400 o número de pessoas cotizadas.

Em dezembro, 85.314 filiados se incorporaram à Seguridade Social (0,5% mais), o que constitui o maior aumento da série histórica, segundo os dados publicados hoje pelo Ministério.

Segundo Emprego, o mês de dezembro mostrou uma dinâmica positiva na afiliação à Seguridade Social, após assinalar que "com 2015 se fecha um ciclo de recuperação de pessoas ocupadas".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos