Bolsas

Câmbio

Dow Jones fecha em forte baixa de 2,32%

Nova York, 7 jan (EFE).- O índice Dow Jones Industrial fechou nesta quinta-feira em forte baixa de 2,32%, afetado pelas turbulências das bolsas de valores chinesas, que voltaram a ter peso negativo em pregões de todo o mundo.

O principal indicador da Bolsa de Nova York perdeu 392,41 pontos, para 16.514,10. O seletivo S&P 500 caiu 2,37%, para 1.943,09, e o índice composto da Nasdaq recuou 3,03% e fechou aos 4.689,43 pontos.

Wall Street também aderiu ao clima de preocupação vivido nas bolsas mundiais e provocado após o novo "circuit breaker" nas bolsas chinesas, que suspenderam os pregões após meia hora de duração ao registrarem quedas superiores a 7%.

No Velho Continente, os principais mercados foram influenciados por este panorama e fecharam em baixa: Frankfurt (-2,29%), Londres (-1,96%), Paris (-1,72%), Madri (-1,5%) e Milão (-1,14%).

As bolsas também acompanharam com grande preocupação a evolução dos preços do petróleo, que voltaram a despencar. O barril do Texas, de referência nos Estados Unidos, caiu 2,06% e fechou cotado a US$ 33,27, e o do Brent, de referência na Europa, recuou 1,4%, para US$ 33,75.

As quedas mais acentuadas no Dow Jones foram de Apple (-4,22%), Boeing (-4,21%), General Electric (-4,17%), JPMorgan Chase (-4,03%), Intel (-3,75%), Chevron (-3,52%), Microsoft (-3,48%) e Caterpillar (-3,44%). Apenas os títulos do Wal-Mart terminaram o dia com valorização (2,3%).

No momento do fechamento do pregão, o preço do ouro subia para US$ 1.109,30 a onça, e a rentabilidade dos títulos da dívida pública americana com vencimento em dez anos caía para 2,151%.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos