Bolsas

Câmbio

Twitter perde US$ 521 milhões em 2015 e frustra investidores

  • Eric Thayer/Reuters

San Francisco, 10 fev (EFE).- A rede social Twitter anunciou nesta quarta-feira (10) perdas de US$ 521 milhões em 2015, inferior aos US$ 577 milhões de 2014, e indicou que 320 milhões de pessoas usam o serviço pelo menos uma vez por mês.

Os resultados foram mal recebidos pelos investidores, que penalizaram as ações com uma queda de mais de 7% no período de cotação extra após o fechamento de Wall Street.

Apesar de seus esforços, a empresa não conseguiu aumentar nos últimos meses o número de usuários, um número fundamental para os investidores.

Em carta dirigida a seus acionistas, a rede social com sede em São Francisco (Estados Unidos) ressaltou as receitas registradas em 2015, que totalizaram US$ 2,2 bilhões, um aumento anualizado de 58%.

A empresa destacou também que o resultado de exploração bruta (Ebitda) foi de mais de US$ 500 milhões.

"2015 foi outro ano muito robusto para Twitter", afirmou a companhia na carta a seus acionistas.

Mudanças

O Twitter informou também hoje que começará a selecionar e mostrar os conteúdos mais relevantes para cada usuário, um movimento de "cura" com o qual põe um fim na estrita ordem cronológica com a qual estruturava sua timeline.

A mudança, que foi criticada pelos usuários mais assíduos do Twitter desde que começou a ser preparada, será opcional: a rede social esclareceu que a visualização desse conteúdo selecionado poderá ser desativada.

Conheça o Vale do Silício, o maior polo mundial de tecnologia

  •  

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos