Bolsas

Câmbio

Dow Jones fecha em baixa de 0,49%

Nova York, 31 mai (EFE).- O índice Dow Jones Industrial fechou nesta terça-feira em baixa de 0,49% no último pregão do mês, no qual a realização de lucros foi preponderante.

Ao final do pregão, o principal indicador da Bolsa de Nova York perdeu 86,09 pontos, para 17.787,13. Já o seletivo S&P 500 caiu 0,1%, até 2.096,95, enquanto o índice composto da Nasdaq avançou 0,29%, aos 4.948,06.

A sessão começou com otimismo e a sensação de que o mês terminaria com um saldo positivo. Parte desse impulso foi atribuída a dados como um aumento de 1% nas despesas dos consumidores dos Estados Unidos em abril, o maior aumento mensal desde 2009.

No entanto, pouco a pouco o mercado foi perdendo impulso, e duas horas antes do fechamento os três principais indicadores já estavam em terreno negativo.

Um empurrão final, no entanto, elevou o Nasdaq até atingir lucros e, apesar de os outros dois indicadores terem tentado algo parecido, terminaram com perdas.

Os analistas disseram que o pregão desta terça-feira, o primeiro da semana, porque ontem foi feriado nos EUA, esteve dominado pela realização de lucros, após as últimas altas que veio acumulando nas últimas sessões, que coincidiu também com o encerramento do mês.

Os três principais indicadores puderam acabar o mês com lucros acumulados, em alguns casos mínimos: o Dow Jones subiu 0,08% em maio, enquanto o S&P 500 lucrou 1,5% e a alta da Nasdaq foi a maior, de 3,6%.

De qualquer forma, Wall Street está à espera que nesta sexta-feira seja divulgada a taxa de desemprego correspondente ao mês de maio, um dado mensal que costuma movimentar bastante a Bolsa de Valores de Nova York.

Por setores, o que mais avançou foi o de serviços públicos, como a eletricidade e a água, que subiu 0,4%. Em contraste, o energético foi o que pior resultado obteve, com um descenso de 0,6%.

Entre os 30 títulos do Dow Jones, os lucros foram liderados pela Microsoft (1,3%), na frente do grupo de equipamentos industriais Caterpillar (0,76%) e da IBM (0,59%).

O quarto colocado em lucros dentro do Dow Jones foi o grupo de telecomunicações Verizon, o segundo maior dos EUA, que terminou com uma alta de 0,55% depois da confirmação do final de uma greve de dezenas de milhares de trabalhadores que havia começado em abril.

Por outro lado, as perdas do Dow Jones foram puxadas pelo grupo químico Dupont, que caiu 2,62%, seguido por Boeing (-2,38%) e Nike (-1,73%).

Em outros mercados, o ouro subia para US$ 1.217,60 a onça, enquanto a rentabilidade dos títulos da dívida pública americana com prazo de dez anos avançava até 1,8458%.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos