Aeroporto de Bruxelas reabre totalmente suas instalações

Bruxelas, 2 jun (EFE).- O aeroporto de Bruxelas-Zaventem reabriu nesta quinta-feira totalmente seu terminal de saídas, mais de dois meses depois dos atentados do dia 22 de março, o que faz com que o aeroporto recupere o curso normal de suas operações.

A empresa que gerencia o aeroporto, a Brussels Airport, informou em comunicado que a partir de hoje "todos os passageiros poderão de novo realizar seu check in no terminal de saídas".

Com esta reabertura espera-se que o aeroporto de Zaventem passe de operar 28 voos por hora para 44 no final de junho, com o objetivo "de poder absorver o aumento das viagens nas férias", informou a empresa.

O terminal de saídas, que foi gravemente danificado após duas explosões, começou a operar parcialmente no dia 1º de maio, mas 21 linhas aéreas ainda tinham seus balcões de check in localizados em instalações temporárias.

Graças ao restabelecimento da totalidade das instalações do aeroporto, os passageiros "só vão precisar de 60 minutos para chegar da entrada do terminal de saídas até a porta de embarque", garantiu a Brussels Airport.

A reabertura completa do terminal de saídas também afeta as estações de ônibus e trem do aeroporto, cujos acessos diretos tinham sido fechados ou adaptados após os atentados de 22 de março.

Embora ainda não haja números definitivos, a Brussels Airport estimou que os atentados custaram ao aeroporto "entre 80 e 90 milhões de euros", antes que o seguro interviesse", declarou a porta-voz da empresa, Nathalie Van Impe.

Os atentados terroristas do dia 22 de março no aeroporto de Zaventem e na estação de metrô de Maelbeek deixaram 32 mortos e mais de 300 feridos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos