Bolsas

Câmbio

"Brexit" foi "um dos fatores" para decisão de manter juros, diz Fed

Washington, 15 jun (EFE).- A presidente do Federal Reserve (Fed), Janet Yellen, afirmou que o referendo sobre a permanência do Reino Unido na União Europeia foi um dos elementos discutidos durante a reunião do banco central americano e foi um "fator" para a manutenção as taxas de juros nos Estados Unidos.

"Foi um dos fatores para tomar a decisão de hoje (o referendo). Poderia provocar grandes consequências sobre os mercados financeiros", disse Yellen em entrevista coletiva posterior ao comunicado do Fed sobre a permanência das taxas de juros de referência nos EUA no nível de 0,25% e 0,5%.

Para a presidente do banco central americano, uma eventual saída do Reino Unido da União Europeia (UE), conhecida como "Brexit", afetaria "as perspectivas econômicas" globais e dos EUA

"A vulnerabilidade na economia global se mantém. As percepções e o apetite de risco dos investidores pode mudar de maneira abrupta", acrescentou.

Em seus últimos pronunciamentos públicos, Yellen reiterou seu alerta sobre "as significativas repercussões econômicas" do "Brexit" e seus efeitos sobre a "confiança dos investidores".

No próximo dia 23, os cidadãos britânicos vão decidir em referendo se o Reino Unido continuará na UE ou deixará o bloco europeu.

O apoio ao "Brexit" avançou nas últimas pesquisas sobre intenção de voto e tem até 7 pontos percentuais a mais do que o voto pela continuidade.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos