Bolsas

Câmbio

Paris aprova transformar margens do rio Sena em calçadão

Paris, 26 set (EFE).- A Prefeitura de Paris aprovou nesta segunda-feira a polêmica transformação das margens do rio Sena em calçadão, classificado como Patrimônio Mundial pela Unesco e visitado por centenas de milhares de turistas por ano, com a meta baixar os níveis de poluição.

A prefeita socialista Anne Hidalgo elogiou a decisão, classificando como "a reconquista do Sena", enquanto a oposição centro-direitista e os representantes dos usuários de automóveis dos arredores da cidade reprovaram a iniciativa, já que segundo eles esta decisão piorará o trânsito.

Trata-se de 3,3 quilômetros da via Georges-Pompidou, desde a entrada ao túnel des Tuileries, junto ao museu do Louvre, à saída do túnel Enrique IV, perto da praça da Bastilha, pelos quais estima-se que passam cerca de 43 mil veículos diários.

Para Hildalgo, o trânsito gera atualmente dois terços das emissões de dióxido de nitrogênio e de 56% das partículas finas na cidade.

A declaração sobre o calçadão "definitivo" foi aprovado pela aliança de esquerda que governa Paris desde 2014 e permitirá que as obras em torno do Sena possam começar nas próximas semanas.

Como outras capitais europeias, Paris teve que adotar nos últimos anos várias medidas para atenuar os efeitos da poluição.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos