Barril do Texas fecha em alta de 0,21% e registra maior valor em 1 ano e meio

Nova York, 5 dez (EFE).- O barril do Petróleo Intermediário do Texas (WTI, leve) fechou nesta segunda-feira em alta de 0,21%, cotado a US$ 51,79, o valor mais alto desde julho de 2015.

Ao final do pregão na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), os contratos futuros do WTI para entrega em janeiro subiram US$ 0,11 em relação ao fechamento da última sexta.

Esta foi a quarta alta consecutiva no preço do WTI desde que a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) anunciou, na quarta-feira passada, um corte em sua produção a partir de janeirode 2017.

A Opep divulgou na semana passada que a partir de 1º de janeiro fixará sua produção em 32,5 milhões de barris diários, o representa um corte de 1,2 milhão de barris.

Essa decisão foi recebida na última quarta-feira com uma valorização de 9,31% no preço do WTI, o petróleo de referência nos Estados Unidos, e nos dias seguintes houve altas menores.

O barril do Texas não atingia o patamar de hoje desde 14 de julho do ano passado, quando terminou cotado a US$ 53,04, embora no dia seguinte tenha caído 3%.

O valor final de hoje é quase o dobro do mínimo em 2016, que foi de US$ 26,21 em 11 de fevereiro.

Por sua vez, os contratos de gasolina para entrega em janeiro fecharam estáveis, cotados a US$ 1,56 o galão, e os de gás natural com vencimento no mesmo mês subiram quase 22 centavos, para US$ 3,65 por cada mil pés cúbicos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos