Bolsas

Câmbio

Maioria dos pilotos comerciais na Europa voa sentindo cansaço

Bruxelas, 7 dez (EFE).- Mais da metade (58%) dos pilotos comerciais declara trabalhar apesar de sentir cansaço, segundo estudo elaborado pela universidade London School of Economics (LSE) e a Organização Europeia para a Segurança da Navegação Aérea (Eurocontrol) publicado nesta quarta-feira pela Associação Europeia de Pilotos (ECA).

Apenas 22% dos entrevistados acreditam que as companhias aéreas levam a sério o cansaço de seus pilotos, de acordo com a pesquisa, que envolveu 7.239 profissionais, ou seja, 14% da população de pilotos europeus, que são em sua maioria homens (96%) entre 31 e 59 anos (62%) com mais de 10 mil horas de voo (44%).

Além disso, 39% dos indagados acreditam receber o treinamento adequado quando novos sistemas e procedimentos de segurança são introduzidos.

Apenas 37% dos profissionais de 33 companhias europeias têm um alto nível de confiança na gestão de segurança de sua empresa.

A pesquisa também revela que menos da metade dos pilotos (46%) acredita que as autoridades nacionais de aviação civil levam a sério a segurança aérea.

A Associação Europeia de Pilotos destacou que os empregados de companhias de baixo custo e frete são os que pior avaliam suas empresas nos 11 aspectos analisados.

"Isto indica que as práticas de segurança nas companhias aéreas podem ser diferentes de acordo com seu modelo de negócio", concluiu a ECA.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos