Paraguai anuncia ajuda a produtores após piores geadas dos últimos 40 anos

Assunção, 25 jul (EFE).- O governo do Paraguai anunciou nesta terça-feira o início de um plano que destinará 109,6 bilhões de guaranis (cerca de R$ 63 milhões) para diminuir os danos causados aos produtores pelas geadas registradas na semana passada, as mais intensas dos últimos 40 anos no país.

Os cálculos do governo indicam que 2.600 produtores foram afetados pelo fenômeno climático. Juntos, eles teriam perdido cerca de R$ 80 milhões com as geadas, que incidiram especialmente nas plantações de tomate, melancia ou pimentão.

O ministro de Agricultura e Pecuária do Paraguai, Juan Carlos Baruja, disse em entrevista coletiva que a medida inclui um projeto de reativação financeira de 82,5 bilhões de guaranis (cerca de R$ 47 milhões). Além disso, serão destinados 27,1 bilhões de guaranis (R$ 15 milhões) a um plano de contingência, que oferecerá sementes, fungicidas, adubos e insumos pecuários.

Segundo o ministro, também haverá iniciativas do Crédito Agrícola de Habilitação (CAH) e do Banco Nacional do Fomento (BNF), que oferecerá "operações de renovação, refinanciamento e reestruturação".

"Essa renovação poderá se estender até um ano e analisará caso a caso. No caso das novas operações, a prorrogação se estenderá por até cinco anos, sem que as taxas de juros variam em relação ao crédito original", disse o ministro.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos