Bolsas

Câmbio

Fed mantém patamar de juros básicos e reconhece baixa inflação nos EUA

Washington, 26 jul (EFE).- O Federal Reserve (Fed) anunciou nesta quarta-feira que manteve o patamar da taxa básica de juros nos Estados Unidos e que começará a reduzir "relativamente em breve" a enorme carteira de treasuries e títulos lastreados em hipotecas que adquiriu para estimular a economia após a crise financeira de 2008.

Em seu comunicado sobre política monetária após dois dias de reunião, o banco central americano disse que continua esperando "gradativas" altas dos juros, que atualmente estão entre 1% e 1,25%, à medida em que se fortaleça o mercado de trabalho e apesar de reconhecer que a inflação no país está "um pouco abaixo" da meta anual de 2%.

Sobre a baixa inflação, cuja taxa interanual em junho foi de 1,6%, algo que gerou preocupação pela desaceleração registrada nos últimos meses, o banco central se limitou a apontar que está "monitorando de perto sua evolução".

No que diz respeito à enorme carteira de treasuries, que passou de US$ 1 trilhão em 2008 para US$ 4,5 trilhões atualmente, o comunicado diz que o Fed espera iniciar a redução "relativamente em breve", o que pode significar a partir do outono (no hemisfério norte).

A decisão de não alterar os juros básicos foi prevista pelos mercados - após os aumentos de março e junho -, que ainda têm a expectativa de uma terceira elevação em dezembro deste ano.

Por outro lado, o Fed prevê no comunicado que a atividade econômica nos EUA continuará em "moderada" expansão, tendo como motores os gastos dos consumidores e os investimentos empresariais.

A próxima reunião do banco central americano está prevista para 19 e 20 de setembro.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos