Bolsas

Câmbio

Quase metade da população do Tajiquistão não tem acesso à água potável

Moscou, 20 set (EFE).- Quase metade dos habitantes do Tajiquistão (42%) não tem acesso à água potável e menos de 2% das populações rurais contam com sistemas de canalização, segundo um relatório do Banco Mundial (BM) divulgado nesta quarta-feira em Duchambé, capital do país.

A água corrente no Tajiquistão "se caracteriza por um alto nível de coliforme fecais e mau gosto", aponta o relatório do organismo internacional, que estudou o acesso à água e as condições de higiene e salubridade no país.

O documento, citado pela imprensa do país, acrescenta que nas zonas rurais unicamente 31% das famílias têm acesso à água potável, um dado que nas zonas urbanas chega a 57%.

O Banco Mundial calcula que a antiga república soviética necessita de um investimento de US$ 2 bilhões para resolver este problema.

Ainda que a situação dos serviços sanitários tenha melhorado no Tajiquistão na última década, o país segue sendo um dos mais deficitários da região neste âmbito.

Assim, só 1,7% dos lares nas zonas rurais contam com banheiros conectados com sistemas de encanamento, enquanto nas cidades o número chega a 60% do total.

A capital acumula mais de 80% de todas as redes de canalização do país.

A maior parte do país, na qual 93% do território é montanhoso, carece de infraestruturas para o fornecimento de água aos lares.

O acesso à água potável é um dos problemas mais graves para o Tajiquistão desde sua independência da União Soviética em 1991, segundo reconhecem as próprias autoridades da república.

Organismos internacionais como o BM e o Banco Asiático de Desenvolvimento investiram desde a década de 90 centenas de milhões de dólares na construção e renovação de redes de fornecimento de água.

Apesar o investimento, as autoridades tajiques argumentam que a mudança climática, os problemas naturais, a crise financeira e o crescimento demográfico assolam a solução do problema.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos