Brasil e Rússia assinam acordo para construção de usinas nucleares

Moscou, 27 nov (EFE).- A empresa estatal atômica da Rússia Rosatom e a Eletrobras assinaram nesta segunda-feira um memorando de entendimento que abre portas para a construção de usinas nucleares russas no Brasil.

"O objetivo do memorando é desenvolver a cooperação no âmbito do uso pacífico da energia nuclear, incluindo a possível participação em projetos de construção de novas centrais atômicas no Brasil" e de sua manutenção durante todo o ciclo de vida, informou Rosatom em comunicado.

O consórcio russo também se encarregaria de treinar os funcionários das usinas, prestar apoio às suas operações e elaborar programas para informar a população sobre o uso da tecnologia nuclear com fins pacíficos.

O documento foi assinado pelo subdiretor da Rosatom, Kirill Komarov; o presidente da Eletrobras, Wilson Ferreira Júnior, e o diretor da Eletronuclear (subsidiária da Eletrobras), Leonam dos Santos Guimarães.

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, manifestou em junho deste ano, durante uma reunião em Moscou com Michel Temer, que ambos os países têm pela frente projetos na indústria nuclear e lembrou que no início deste ano a Rosatom ganhou uma licitação para fornecer urânio a usinas nucleares brasileiras.

Putin acrescentou que a gigante russa tentaria obter um contrato para a construção de um armazém de resíduos nucleares na central de Angra dos Reis, no estado do Rio de Janeiro.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos