Bolsas

Câmbio

Dow Jones fecha em baixa de 0,11%

Nova York, 22 dez (EFE).- O índice Dow Jones Industrial fechou nesta sexta-feira em baixa de 0,11%, um dia depois do acordo para evitar a paralisação parcial do governo dos Estados Unidos, e no mesmo dia em que o presidente Donald Trump ratificou a lei de reforma tributária.

Após o fim do pregão, o principal indicador da Bolsa de Nova York perdeu 28,23 pontos e ficou com 24.754,06. O seletivo S&P 500 caiu 0,05%, para 2.683,34, e o índice composto da Nasdaq recuou 0,08% e fechou aos 6.959,96 pontos.

Os investidores terminaram com perdas moderadas a última sessão da Bolsa antes do Natal, já que os mercados só voltarão a abrir em 26 de dezembro, mas os três principais indicadores fecharam em alta levenado em conta o desempenho no conjunto da semana.

Os investidores reagiram hoje ao acordo alcançado ontem no Congresso dos Estados Unidos para evitar a paralisação parcial do governo, estendendo o orçamento até 19 de janeiro para dar margem para que seja negociado um acordo final sobre as contas do ano fiscal de 2018.

A atenção também esteve voltada para a Casa Branca, onde o presidente Donald Trump assinou à lei que ratifica sua ambiciosa reforma tributária que inclui cortes de impostos para empresas e trabalhadores, considerada o grande triunfo legislativo de seu primeiro ano de mandato.

Entre as ações negociadas no Dow Jones, as quedas mais acentuadas foram de Nike (-2,29%), Disney (-0,82%), Goldman Sachs (-0,78%), UnitedHealth (-0,76%), Johnson & Johnson (-0,67%) e Merck (-0,42%).

Já as altas mais expressivas foram de Caterpillar (0,72%), IBM (0,66%), Procter & Gamble (0,50%), Verizon (0,34%), Visa (0,25%), American Express (0,24%), General Electric (0,17%), Walmart (0,15%) e Exxon Mobil (0,14%).

No fechamento do pregão, a onça do ouro subia para US$ 1.278,40 e a rentabilidade dos títulos da dívida pública americana com vencimento em dez anos caía para 2,485%.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos