Bolsas

Câmbio

Dow Jones fecha em alta de 1,38%

Nova York, 9 fev (EFE).- O índice Dow Jones Industrial fechou nesta sexta-feira em alta de 1,38%, o que deixa sua queda semanal em 5,20%, a pior semana desde janeiro de 2016.

O principal indicador da Bolsa de Nova York subiu 330,44 pontos, para 24.190,90. O seletivo S&P 500 ganhou de 1,49%, para 2.619,55, enquanto o índice composto da Nasdaq avançou 1,44% e fechou aos 6.874,49 pontos.

O pregão foi marcada por uma forte volatilidade, com altas na abertura, claros retrocessos no meio da sessão e uma subida de última hora que permitiu que os principais índices terminassem a jornada positivos.

A atual tempestade nos mercados começou na sexta-feira passada, quando dados de emprego melhores que os esperados nos Estados Unidos começaram a alimentar o medo sobre a uma alta da inflação e, como consequência, a uma alta nalém da prevista nas taxas de juros.

As baixas foram generalizadas e afetaram praticamente todos os setores de Wall Street. O único que registrou um retrocesso diário foi o energético (-0,17%), após uma forte redução do preço do petróleo. Os maiores avanços foram para o tecnológico (1,92%), o de serviços públicos (1,51%), o financeiro (1,39%) e o de matérias-primas (1,31%).

No Dow Jones, a maior alta foi registrada pela Nike (4,80%), seguida por American Express (3,81%) e Microsoft (3,73%). Do outro lado, três empresas terminaram a sessão no vermelho: United Technologies (-1,92%), Wal-Mart (-0,65%) e Procter & Gamble (-0,73%).

No fechamento de outros mercados em Wall Street, a onça do ouro caiu para US$ 1.317,50, e a rentabilidade dos títulos da dívida pública americana com vencimento em dez anos subia para 2,855%.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos