ipca
-0,09 Ago.2018
selic
6,5 1.Ago.2018
Topo

Aeroporto de Moscou estreia novo terminal inspirado na vanguarda russa

04/06/2018 06h01

Arturo Escarda.

Moscou, 4 jun (EFE).- As obras de quatro grandes artistas da vanguarda russa, pioneiros do construtivismo soviético, serviram como inspiração para o novo terminal do aeroporto internacional Sheremetievo, em Moscou, inaugurado duas semanas antes da Copa do Mundo.

As simples formas geométricas e a mistura de cores usadas por Varvara Stepanova e Liubov Popova em suas pinturas na década de 20 foram a base para a arquitetura e o interior do novo Terminal B, criado pela filial sérvia do escritório britânico RMJM.

O construtivismo nasceu nos primeiros anos da União Soviética, quando os artistas exalavam uma liberdade criativa estimulada pelas novas autoridades, que queriam romper com o antigo, inclusive na arte.

A funcionalidade na organização dos espaços interiores, a combinação de formas geométricas sóbrias e minimalistas, dominadas por linhas assimétricas, e a rejeição de elementos decorativos definiram o novo movimento ao qual o novo terminal presta homenagem.

Nas paredes estão os históricos cartazes pintados por Aleksandr Rodchenko, pai da publicidade soviética. O design do chão do terminal - uma sequência de linhas pretas e brancas alternadas - é uma clara referência à revolucionária foto "A escada".

A litografia "Vence os Brancos com a Cunha Vermelha" - cartaz propagandístico pintado entre 1919 e 1920 por El Lissitzky, um dos vanguardistas russos mais conhecidos no mundo todo - enfeita a região de retirada de bagagens.

A Rússia espera receber mais de 500 mil turistas estrangeiros durante o mês da Copa e, embora o novo Terminal B opere voos domésticos, muitos o usarão para viajar de Moscou para as diversas cidades-sedes do torneio.

"Estamos às vésperas da Copa do Mundo, durante a qual receberemos muitos turistas de todo o mundo. E a Rússia tem que passar uma imagem digna", disse na cerimônia de inauguração do terminal o governador da região de Moscou, Andrey Vorobyov.

O novo terminal, onde já são operados alguns voos domésticos da companhia aérea russa Aeroflot tem capacidade para 20 milhões de passageiros por ano, uma área superior aos 110 mil metros quadrados, 64 postos de check-in e 19 passarelas de acesso às aeronaves.

"Neste ano esperamos um aumento do fluxo de passageiros de até 45 milhões, cinco milhões a mais que os que usaram este aeroporto no ano passado", disse Vorobyov.

O novo terminal é chamado pela letra "B", mas isso não significa que seja o segundo de Sheremetievo. O principal aeroporto da Rússia já contava com outros três terminais de passageiros (D, E e F), todos situados ao norte da pista de voo.

O aeroporto estreará em breve um quinto terminal, o C, que permitirá duplicar a atual capacidade quando for inaugurado no ano que vem. Por ele poderão passar mais 20 milhões de passageiros por ano.

"Os aeroportos de Moscou estão entre os maiores beneficiados com a Copa do Mundo, visto que sua modernização ajudará a aumentar o fluxo de passageiros inclusive depois do evento", analisou a agência de classificação de risco Moody's em relatório divulgado na semana passada.

Mais Economia