Bolsas

Câmbio

Canadá cria fundo que destinará US$ 3 bilhões à educação para mulheres

La Malbaie (Canadá), 9 jun (EFE).- O Canadá anunciou neste sábado, ao término da Cúpula do G7, a criação de um fundo de 3,8 bilhões de dólares canadenses (quase US$ 3 bilhões) para a educação de mulheres e meninas "em situações de crise e conflito".

O primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau, afirmou que, "para tornar a igualdade de gênero uma realidade, todas as mulheres e meninas do mundo devem ter o mesmo acesso à educação de qualidade e a oportunidades de aprendizagem".

Além do Canadá, os fundos serão fornecidos por União Europeia, Alemanha, Japão, Reino Unido e Banco Mundial.

O Canadá destacou que o fundo será "o maior investimento singular em educação para mulheres e meninas em situações de crise e conflito".

Trudeau afirmou que "desde a escola primária até o ensino médio e além, mulheres e meninas em situações de crise e conflito devem ter as mesmas oportunidades para obter sucesso".

"Investir em sua educação não é só o correto, é o mais inteligente. Se tiverem oportunidade, sabemos que mulheres e meninas produzirão mudanças positivas e ajudarão a melhorar as vidas de suas famílias, comunidades e no mundo", acrescentou o primeiro-ministro canadense.

Dos 3,8 bilhões de dólares canadenses anunciados hoje, o Canadá fornecerá 400 milhões nos próximos três anos que se somarão a outros 180 milhões proporcionados em janeiro à Associação Global para Educação.

A União Europeia investirá 72 milhões de euros distribuídos em três anos, enquanto a Alemanha fornecerá 75 milhões de euros, o Japão US$ 200 milhões, o Reino Unido 178 milhões de libras esterlinas e o Banco Mundial US$ 2 bilhões.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos