Bolsas

Câmbio

BCE reduzirá compras de dívida e as concluirá em dezembro

Riga, 14 jun (EFE).- O Conselho de Governo do Banco Central Europeu (BCE) decidiu nesta quinta-feira que as compras de dívida pública e privada da entidade se reduzirão a partir de setembro próximo para 15 bilhões de euros após o que concluirão em dezembro deste ano.

Além disso, o BCE manteve as taxas de juros com que empresta aos bancos a uma semana em 0%, vai continuar cobrando 0,4% pelo excesso de suas reservas a um dia (facilidade marginal de depósito) e continuará emprestando a um dia a 0,25% (facilidade marginal de crédito).

O Conselho anunciou que prevê manter os taxas de juros nos seus níveis atuais pelo menos até o primeiro semestre de 2019 e, em qualquer caso, tanto tempo quanto for necessário para assegurar que a evolução da inflação "permaneça em linha com as expectativas atuais de um ajuste sustentado" para seu objetivo levemente inferior a 2%.

O banco destacou que suas decisões de hoje mantêm "um amplo grau de acomodação monetária", que assegurará a convergência para seu alvo de inflação.

Além disso, o BCE reinvestirá o dinheiro dos títulos de dívida adquirida que vão vencendo "durante um período prolongado após o final das suas compras líquidas de ativos e, em todo caso, durante o tempo que for necessário".

Desta forma, "contribuirá para que as condições de liquidez sejam favoráveis e para que a orientação da política monetária seja a adequada".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos