PUBLICIDADE
IPCA
1,35% Dez.2020
Topo

Brasil e vizinhos aprovam regras para fomento de trem bioceânico

Em Lima

16/06/2018 00h38

Os governos de Brasil, Bolívia, Paraguai e Peru acertaram nesta sexta-feira (15) em Lima o regulamento do Grupo Operacional Bioceânico (GOB), para fomentar a construção do trem bioceânico, de São Paulo até Ilo (Peru), que atravesse os quatro países.

O regulamento interno do GOB foi assinado pelos ministérios de Transportes, Portos e Aviação Civil do Brasil; de Transportes e Comunicações (MTC) do Peru; de Obras Públicas, Serviços e Habitação da Bolívia; e de Obras Públicas e Comunicações do Paraguai, informou a parte peruana em comunicado.

Participaram da reunião o ministro peruano Edmer Trujillo, e o seu colega boliviano, Milton Claros, assim como funcionários do Brasil e do Paraguai.

O acordo definiu sete pontos, entre eles a consolidação do conselho supervisor e do comitê executivo do GOB, cuja função será elaborar os termos de referência para os estudos integrais do projeto.

Os representantes peruanos informaram sobre o estudo de viabilidade desenvolvido até o momento, no qual não só se define os traços em território peruano, mas também a avaliação econômica do projeto e as necessidades portuárias para atender a carga projetada.

Neste documento também se estabelece que existe a suficiente carga que tornaria a implementação do projeto viável, o que garantiria sua operação sustentada.

"Estamos seriamente comprometidos com o Corredor Ferroviário Bioceânico como Estado. Temos o compromisso de trabalhar em conjunto para avançar e tornar realidade este projeto tão importante, que nos integra e leva todos nossos países ao desenvolvimento", destacou Trujillo.

Com 3.800 quilômetros de extensão, o Corredor Ferroviário Bioceânico é o maior projeto de infraestrutura de América Latina, cujo investimento vai requerer pelo menos US$ 10 bilhões.