PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

China investiga "dumping" em importações de produtos de aço inoxidável

23/07/2018 00h42

Pequim, 23 jul (EFE).- A China vai investigar as importações de produtos de aço inoxidável procedente de União Europeia (UE), Japão, Coreia do Sul e Indonésia para determinar se estão vendendo no país abaixo do seu preço de mercado, o que se conhece como "dumping", anunciou nesta segunda-feira o Ministério de Comércio.

A decisão foi tomada depois que a companhia Shanxi Taigang Stainless Steel - apoiada por outras quatro empresas do setor - solicitou às autoridades que iniciassem uma investigação sobre práticas de "dumping" na venda de aço inoxidável e chapas de aço inoxidável laminado a quente importadas desses países.

A investigação começará hoje e terminará dentro de um ano, em 23 de julho de 2019, embora o Ministério tenha afirmado em seu site que poderia se estender um ano mais, até 23 de julho de 2020, se "circunstâncias excepcionais" acontecerem.

Segundo o ministério, a produção conjunta dessas cinco companhias superou 50% do total do setor entre 2014 e 2017 na China, por isso que a sua solicitação deve ser levada em conta e, além disso, "a sua pedido contém as provas relevantes necessárias para as investigações antidumping".

Os produtos analisados são utilizados como matéria-prima para o aço inoxidável laminado a frio ou para a venda direta como produto final para a construção de embarcações, contêineres, ferrovias e para companhias da indústria energética e petroquímica, entre outras.

Em 2017 a China importou 703 mil toneladas desses produtos de aço inoxidável, o que representa um aumento de 200% em relação ao ano anterior. Cerca de 98% deles procederam de UE, Japão, Coreia do Sul e Indonésia.