PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Air France suspenderá voos para o Irã em setembro por não serem rentáveis

23/08/2018 14h27

Paris, 23 ago (EFE).- A companhia aérea francesa Air France confirmou nesta quinta-feira que em meados de setembro suspenderá seus voos entre Paris e Teerã, por considerar que a rota deixou de ser comercialmente rentável.

Fontes da companhia detalharam à Agência EFE que o último trajeto vai acontecer no dia 17 de setembro.

A notícia foi divulgada hoje para a imprensa francesa, mas a Air France detalhou nesta que a decisão já tinha sido tomada no fim do semestre passado e que os clientes foram informados na época.

Em declaração, um porta-voz da companhia aérea disse que a anulação é fruto dos "frágeis resultados econômicos" desse trajeto.

A companhia aérea reabriu em abril de 2016 o seu voo direto entre Paris e Teerã, que estava suspenso desde 2008 por causa das sanções internacionais impostas ao Irã por causa de seu programa nuclear.

Em abril passado esse deslocamento passou a ficar com sua filial de baixo custo Joon, mas desde então e até o começo do mês tem passado de uma frequência de três voos semanais para um, o que levou finalmente a seu cancelamento.

A prevista suspensão da rota foi conhecida no mesmo dia em que British Airways (BA) anunciou que também cancelará por falta de rentabilidade econômica seus voos entre Londres e Teerã, o último dos quais sairá no dia 22 de setembro.

Desde que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou este ano sua retirada do pacto nuclear iraniano, diversas companhias aéreas informaram da sua intenção de suspender suas conexões com o Irã.