PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Chanceler paraguaio diz que acordo Mercosul-UE pode ser selado em breve

29/10/2018 17h09

Assunção, 29 out (EFE).- O ministro das Relações Exteriores do Paraguai, Luis Alberto Castiglioni, afirmou nesta segunda-feira que o Mercosul tem informações para acreditar que um acordo de associação com a União Europeia (UE) será selado em pouco tempo.

Castiglioni disse que as últimas decisões tomadas nas reuniões de chanceleres e de equipes técnicas do Mercosul em Montevidéu, no Uruguai, há duas semanas, foram bem recebidas pela UE, o que permitiu manter o otimismo em relação ao sucesso da negociação.

"Fizemos alguns movimentos muito importantes. Temos informações úteis de que eles foram bem avaliados pela parte europeia. Estamos muito otimistas de que podemos ter respostas coerentes neste sentido e que nos permitem pensar em um acordo a curto prazo", disse o ministro.

Este otimismo no bloco sul-americano se deve especialmente ao fato de, segundo o chanceler paraguaio, "dois terços" de suas propostas terem, sido "plenamente respondidas".

Castiglioni acrescentou que a UE ainda precisa fazer algumas reuniões para acertar detalhes e que há a possibilidade de que os próximos encontros a respeito sejam realizados por chefes de governo.

Segundo o chanceler, a expectativa é de que o acordo seja firmado até o fim do primeiro trimestre de 2019.

"Esse acordo é importante para os dois blocos e também uma mensagem em um momento muito particular em que os dois grandes espaços, o Mercosul e a União Europeia, estão dizendo ao mundo que esse é o caminho. Esse é o modelo que vai nos levar a um futuro em que poderemos prosperar como um todo", frisou.

O Mercosul e a União Europeia negociam desde 1999 um amplo acordo de associação, incluindo o tratado de livre-comércio, mas as negociações ficaram completamente suspensas entre 2004 e 2010 e só foram retomadas em 2016.