PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Trump avalia demitir chefe do Fed após alta dos juros, diz "CNN"

22/12/2018 16h07

Washington, 22 dez (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, está avaliando a possibilidade de demitir o presidente do Federal Reserve (Fed), Jerome Powell, depois que a organização elevou esta semana as taxas de juros, informou a rede "CNN" neste sábado, cintando duas fontes familiarizadas com o assunto.

A "CNN" afirmou que Trump está "furioso" com o Fed e foi conversar com os seus assessores sobre a possibilidade de tirar Powell, mais especificamente para saber se, como presidente, ele pode legalmente demitir o principal responsável pela política monetária americana.

Powell foi eleito por Trump como presidente do Fed e assumiu o cargo em fevereiro deste ano, com um mandato de quatro anos. Esta semana, de maneira unânime, o Fed decidiu aumentar em 0,25% as taxas de juros, de forma que os juros subiram de 2,25% para 2,50%, níveis não vistos no país em mais de uma década.

O Banco Central tomou essa medida ignorando o governante, que tinha pedido para que não cometesse um "novo erro" com a alta dos juros.

O líder tem se queixado que o gradual ajuste monetário defendido pela organização liderada por Powell representa uma ameaça para a aceleração econômica americana. Suas críticas ao Banco Central quebram o tradicional respeito da Casa Branca pela independência da política monetária e surpreenderam mercados e analistas.

Powell evitou responder Trump e lembrou o bom momento econômico que o país vive, com uma taxa de desemprego de 3,7%, níveis mínimos em quase 50 anos, e uma inflação perto da meta anual de 2%.

Nos últimos meses, no entanto, o Wall Street deu sinais de fraqueza, e o Dow Jones Industrial, o seu principal indicador, caiu 12% desde outubro. EFE