PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Companhia aérea do Marrocos suspende uso de Boeing 737 MAX 8 após acidente

11/03/2019 11h17

Rabat, 11 mar (EFE).- A companhia aérea marroquina Royal Air Maroc (RAM) ordenou nesta segunda-feira a suspensão do Boeing 737 MAX 8 após o acidente ocorrido no domingo com um modelo similar pertencente à companhia Ethiopian Airlines e que deixou 157 mortos, segundo confirmaram à Agência Efe fontes e a companhia.

O avião, que ontem realizou um voo entre Barcelona e Casablanca, ficará inoperante até nova ordem enquanto a companhia, cuja frota de média e longas distâncias é formada praticamente somente por aviões da Boeing, estuda a situação.

Embora a RAM tenha comprado um segundo avião do mesmo modelo, ainda está em meio a formalidades administrativas.

A Agência Europeia de Segurança Aérea (EASA) comunicou nesta segunda-feira que investiga junto com a Administração Federal de Aviação (FAA) dos Estados Unidos e com os fabricantes dos Boeing 737 MAX 8 as causas da queda do avião da Ethiopian Airlines. EFE