PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Dow Jones fecha em forte baixa de 2,38%

13/05/2019 18h22

Nova York, 13 mai (EFE).- O índice Dow Jones Industrial fechou nesta segunda-feira em forte baixa de 2,38%, influenciado pela disputa comercial entre Estados Unidos e China, que lastrou todos os indicadores e fez o Nasdaq encarar sua pior jornada em 2019.

O principal indicador da Bolsa de Nova York perdeu 617,38 pontos e chegou a 25.324,00. Já o seletivo S&P 500 recuou 2,41%, até 2.811,87, enquanto o índice composto da Nasdaq despencou 3,41%, para 7.647,02 pontos.

A maioria dos setores também terminou em terreno negativo, com o tecnológico com a pior marca (-3,71%), seguido pelo de bens não essenciais (-2,95%) e pelo financeiro (-2,87%).

O único setor que fechou o dia com números positivos foi o de serviços públicos, com uma alta de 1,11%.

As ações caíram bruscamente no pregão nova-iorquino hoje depois que a China decidiu aumentar as tarifas sobre alguns produtos americanos à medida que se intensificava a guerra comercial entre as duas maiores economias do mundo.

A China aumentará as tarifas sobre US$ 60 bilhões em importações dos EUA a partir do dia 1º de junho. Os produtos incluídos incluem uma ampla gama de artigos agrícolas.

Esse movimento foi uma reação ao fato de Donald Trump ter elevado as tarifas sobre as importações chinesas na semana passada. Mesmo assim, o secretário do Tesouro americano, Steven Mnuchin, disse à emissora "CNBC" que os dois países estão "ainda em negociações".

Os analistas de Wall Street acreditam que a volatilidade dos mercados vai persistir pelo temor dos investidores de que a guerra comercial afete a economia global.

Principalmente depois que Trump publicou uma mensagem no Twitter na qual disse que a China "se sentirá gravemente ferida se não fechar um acordo comercial", e ressaltou que as empresas dos EUA se veriam obrigadas a deixar o país sem um pacto.

Entre as 30 companhias que cotam no Dow Jones Industrial, a Procter & Gamble foi a única que obteve lucros, com uma alta de apenas 0,09%. As demais empresas ficaram no vermelho, puxadas pelas perdas de Apple (-5,81%), Boeing (-4,88%), Caterpillar (-4,60%) e Dow Inc (-3,99%).

Em outros mercados, a onça do ouro subia para US$ 1.300,60, enquanto a rentabilidade do bônus do Tesouro a 10 anos avançava até 2,402%. EFE