PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Espanha oferece ao Brasil experiência com "cidades inteligentes"

19/09/2019 16h09

São Paulo, 19 set (EFE).- Empresas espanholas ofereceram nesta quinta-feira ao Brasil as suas experiências com "cidades inteligentes", um modelo que, segundo especialistas, é cada vez mais necessário para lidar com os problemas derivados da crescente urbanização no país.

Os desafios gerados pelo aumento da população urbana brasileira e possíveis soluções foram debatidos na jornada "Cidades Inteligentes e Sustentáveis", organizada pelo ICEX Espanha Exportação e Investimentos, órgão público encarregada de promover a internacionalização das empresas espanholas e o investimento estrangeiro.

O evento, realizado em São Paulo, reuniu representantes políticos de diversas cidades brasileiras, empresas espanholas e o embaixador da Espanha no Brasil, Fernando García Casas.

"As empresas espanholas, principalmente as dos setores de telecomunicações, transporte e infraestrutura, podem ajudar a transformar as cidades brasileiras em cidades inteligentes", afirmou o embaixador em declarações à Agência Efe.

No Brasil, 85% da população vive em zonas urbanas, o que equivale a 179 milhões de pessoas distribuídas em mais de 3.000 municípios em todo o país.

Essa realidade ocasionou problemas relacionados ao trânsito, à gestão da segurança e à poluição, entre outros aspectos. Por isso, segundo García Casas, as cidades inteligentes "podem ajudar a lidar com alguns dos atuais desafios".

O ICEX destaca que o conceito de cidades inteligentes criado pela empresa IBM em 2008, data histórica na qual, pela primeira vez, a população urbana superou a rural no conjunto do planeta.

Essas cidades utilizam as tecnologias da informação e a comunicação para aumentar a eficiência operacional, compartilhar informação com o público e melhorar tanto a qualidade dos serviços oferecidos pelo governo como o bem-estar dos cidadãos.

Segundo o ranking "Connected Smart Cities", elaborado pela empresa de consultoria Urban Systems, Campinas (SP) é a cidade "mais inteligente" do Brasil, seguida por São Paulo e Curitiba. EFE