PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

JetSmart iniciará operações com voos de baixo custo no Brasil em dezembro

24/09/2019 18h22

Recife, 24 set (EFE).- A companhia aérea chilena de baixo custo JetSmart anunciou nesta terça-feira, em Salvador, o início das operações no Brasil a partir de 27 de dezembro, com voos que ligarão a Bahia a Santiago, no Chile.

As passagens aéreas já estão sendo comercializadas pela companhia na internet a partir de hoje. A empresa também terá voos que ligarão Santiago a Foz do Iguaçu e a São Paulo. As operações começam nos dias 5 de janeiro e 20 de março, respectivamente.

O governador da Bahia, Rui Costa, que participou do anúncio feito hoje pela empresa, comemorou o fato de a JetSmart ter escolhido Salvador como base de operações no Nordeste. Para ele, isso é uma oportunidade para ampliar o turismo no estado e aquecer a economia.

"Além de serem novos voos internacionais, que permitem no nosso caso a aproximação entre a Bahia e o Chile, me entusiasma ser uma companhia de baixo custo, o que possibilita a muitos passageiros viajarem com preços mais baixos do que em voos domésticos", disse Costa.

Segundo a empresa, as viagens com origem em Salvador e São Paulo custarão a partir de R$ 299, já incluídas taxas. Os voos que partem de Foz do Iguaçu serão um pouco mais baratos, com preço inicial de R$ 269.

"No modelo de 'ultra low cost', o passageiro paga só pelo serviço que ele de fato consome. Muitas vezes se confunde o baixo custo com baixa qualidade, o que não é verdade", afirmou durante a apresentação o presidente e cofundador da JetSmart, Estuardo Ortiz.

A expectativa da empresa é transportar 33 mil passageiros anualmente entre Santiago e Salvador, com uma frequência de três voos semanais no verão e dois no restante do ano. Em São Paulo e Foz do Iguaçu, serão dois voos por semana. Todos serão sem escala, realizados com aeronaves Airbus A320.

A JetSmart recebeu autorização da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para operar no Brasil em agosto. Ela é a quinta companhia aérea de baixo custo a ser autorizada a atuar no país neste ano. As outras são a Flybondi, a Sky Airline e a Norwegian.

A Air Europe, a primeira companhia 100% de capital estrangeiro a ser autoriza a realizar voos nacionais no Brasil, também anunciou que pretende operar com o modelo de baixo custo no país. EFE