PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Wall Street ignora aval da Câmara a impeachment de Trump e bate recordes

19/12/2019 19h21

Nova York, 19 dez (EFE).- Wall Street fechou nesta quinta-feira com recordes positivos em seus três principais indicadores, sem se abalar com a aprovação da Câmara dos Representantes ao impeachment do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

O Dow Jones Industrial subiu 0,49%, para 28.377,03 pontos, e o seletivo S&P 500 avançou 0,45%, para 3.205,37, superando pela primeira vez a barreira de 3.200 pontos. Já o Nasdaq Composite teve valorização de 0,67% e fechou aos 8.887,22, além de completar o sétimo pregão seguido com alta.

Em votação na Câmara dos Representantes, a maioria dos parlamentares decidiu ontem à noite que Trump cometeu abuso de poder e obstruiu o Congresso em um caso de pressão política envolvendo a Ucrânia, mas a decisão final sobre a permanência do mandatário no cargo será tomada pelo Senado em julgamento que deve ocorrer em janeiro.

O processo que culminou na decisão de hoje começou em setembro, quando um denunciante revelou aos serviços de inteligência americanos o conteúdo de uma conversa telefônica entre Trump e o presidente da Ucrânia, Vladimir Zelenski.

No diálogo, Trump pressiona Zelenski a abrir uma investigação por corrupção contra o ex-vice-presidente americano Joe Biden, pré-candidato às eleições de 2020 pelo Partido Democrata e potencial adversário do atual ocupante da Casa Branca, e seu filho, Hunter.

Essa postura do mandatário levou seis comitês da Câmara dos Representantes a realizarem uma investigação para determinar se era possível abrir um processo de impeachment contra o presidente. Testemunhas foram ouvidas em reuniões fechadas e também publicamente.

Na última segunda-feira, o Comitê de Justiça publicou os detalhes do caso em um documento de 658 páginas. Nele, o órgão conclui que Trump traiu o país em busca de benefícios pessoais, já que Joe Biden é um de seus adversários políticos.

O rumo do pregão de hoje na bolsa nova-iorquina se deve, segundo muitos analistas, a ser pouco provável que o Senado ratifique o impeachment.

Por isso, o que tem se sobressaído em Wall Street são dados positivos sobre a economia americana. Nesta quinta, por exemplo, foi divulgado que o número de pedidos de seguro-desemprego caiu de 252 mil na semana passada para 234 mil na atual.

No Dow Jones, as maiores altas do dia foram das ações de Cisco Systems (2,66%), 3M (1,85%), Johnson & Johnson (1,51%), Intel (1,38%), Home Depot (1,02%), e Walgreens Boots Alliance (0,96%). As piores quedas foram dos papéis de Caterpillar (-1,43%) e Exxon Mobile (-0,69%).

No horário de fechamento da bolsa, a onça do ouro subia para US$ 1.482,70, e o rendimento dos treasuries com vencimento em 10 anos caía para 1,92%. EFE