PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Preço do barril de petróleo da Venezuela fecha 6ª semana consecutiva em alta

03/01/2020 17h10

Caracas, 3 jan (EFE).- O preço do petróleo produzido pela Venezuela fechou nesta sexta-feira a sexta semana de alta consecutiva, cotado a 407,29 iuanes (US$ 58,35) o barril.

Depois das sanções financeiras impostas pelos Estados Unidos em 2017 contra vários integrantes do governo de Nicolás Maduro, a Venezuela deixou de usar o dólar como moeda de referência e passou a usar o iuane, divisa da China, um dos maiores aliados políticos do chavismo.

Segundo o Ministério do Petróleo, o câmbio usado para referenciar os valores na moeda americana nesta semana foi de 6,98 iaunes por dólar.

Maduro anunciou na quarta-feira que a Venezuela começará a usar o petro, criptomoeda criada pelo chavismo, para vender petróleo. A Casa Branca também já impôs sanções à divisa digital do governo venezuelano.

Em 2019, o barril do petróleo da Venezuela foi vendido por um preço médio de 395,79 iuanes (US$ 56,70). Maduro calcula que o valor deveria ser de US$ 100 o barril.

Relatório divulgado pela Organização de Países Exportadores de Petróleo em outubro mostra que a Venezuela produziu 644 mil barris por dia, um recuo de 11% em relação a setembro, mantendo a tendência de queda observada desde o agravamento da crise econômica que abala o país.

A grave recessão, as disputas políticas e as sanções americanas à indústria de petróleo da Venezuela derrubaram a produção ao menor nível em três décadas, com excessão de 2002 e 2003, quando o governo chavista enfrentou uma greve de trabalhadores da PDSVA, a estatal do setor. EFE