PUBLICIDADE
IPCA
0,21 Jan.2020
Topo

Espanhola Aena começa a administrar o primeiro de seus seis aeroportos no Brasil

Aeroporto de Juazeiro do Norte (CE) - Orlando Bezerra de Menezes/Divulgação
Aeroporto de Juazeiro do Norte (CE) Imagem: Orlando Bezerra de Menezes/Divulgação

Em São Paulo

13/01/2020 15h18

A gestora aeroportuária espanhola Aena assumiu hoje a administração do aeroporto da cidade de Juazeiro do Norte (CE), o primeiro dos seis que integram o pacote licitado no ano passado.

O aeroporto Orlando Bezerra de Menezes recebeu 438.142 passageiros de janeiro a novembro de 2019. O início das operações sob a gestão da Aena representa a estreia da empresa espanhola no Brasil.

Uma equipe multidisciplinar da Aena veio de Madri para acompanhar os primeiros dias de operação com o objetivo de "garantir sem incidências a continuidade e a melhora dos serviços oferecidos pela Infraero".

O diretor-presidente da Aena Brasil, Santiago Yus, disse que sente uma imensa satisfação de que o aeroporto cearense seja o primeiro a ser operado pela empresa.

"Chegamos aqui com o propósito de melhorar os serviços aeroportuários e, com ajuda dos órgãos oficiais e das companhias aéreas, poder incrementar o tráfego aéreo neste aeroporto", explicou Yus.

Juazeiro do Norte é o terceiro polo mais importante da indústria de calçados do Brasil e recebe um intenso fluxo de turistas devido às tradicionais romarias e procissões religiosas.

A Aena venceu a licitação realizada pela Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) em março de 2019. A empresa espanhola ofereceu R$ 1,9 bilhões para gerir, por um prazo de seis anos, seis aeroportos no Nordeste.

Além do terminal de Juazeiro do Norte, a Aena também administrará os aeroportos de Recife, João Pessoa, Campina Grande, Aracaju e Maceió, por onde passaram 13,7 milhões de passageiros em 2018, o que corresponde a 6,5% do total do país.

A Aena administra 46 aeroportos e dois heliportos na Espanha, também opera terminais no Reino Unido, México, Colômbia e Jamaica, além de prestar serviços de consultoria para clientes estratégicos, como a Empresa Cubana de Aeroportos e Serviços Aeronáuticos.

Economia