PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

China encontra vestígios do novo coronavírus em embalagens de camarão da América do Sul

Nos últimos meses, o país asiático detectou vestígios de coronavírus em várias embalagens de produtos refrigerados, além de camarão - Getty Images
Nos últimos meses, o país asiático detectou vestígios de coronavírus em várias embalagens de produtos refrigerados, além de camarão Imagem: Getty Images

14/12/2020 14h38

A China encontrou novamente uma remessa de camarões congelados com vestígios do novo coronavírus em suas embalagens, neste caso, da América do Sul, informou hoje a agência de notícias estatal "Xinhua".

As autoridades do condado de Yuanyang, na província central de Henan, garantiram ontem que uma das análises das embalagens daquele lote, cujo país de origem não foi revelado, tinha dado um resultado positivo.

O governo local realizou análises de ácido nucleico em 22 pessoas que haviam entrado em contato com as embalagens, e todos os resultados foram negativos.

Além disso, selaram a remessa a qual pertencia a embalagem contaminada, além de submetê-la a desinfecção.

De acordo com a fonte, o lote afetado pertencia à mesma remessa de camarão congelado encontrada dias antes na capital provincial, Zhengzhou.

Nos últimos meses, o país asiático detectou vestígios de coronavírus em várias embalagens de produtos refrigerados, vários deles de países da América Latina, levando Pequim a apertar a regulamentação para importação de produtos congelados.

Os lotes com maior resultado positivo, principalmente nas embalagens, foram camarão, peixe, vitela e porco.

De acordo com dados oficiais divulgados hoje, o número total de infectados ativos na China continental é de 313, dos quais sete estão em estado grave.