PUBLICIDADE
IPCA
+0,93 Mar.2021
Topo

Congresso dos EUA aprova pacote de estímulo de US$ 1,9 trilhão de Biden

11/03/2021 00h04

Washington, 10 mar (EFE).- A Câmara dos Representantes dos Estados Unidos aprovou nesta quarta-feira o pacote de estímulo fiscal de US$ 1,9 trilhão proposto pelo presidente Joe Biden para amenizar a crise provocada pela pandemia de covid-19.

A proposta, que já havia sido aprovada pelo Senado e seguiu adiante com a rejeição da oposição republicana, passa agora à Casa Branca, onde se espera que Biden a ratifique na sexta-feira.

O resultado final foi de 220 votos a favor, todos democratas, e 211 contra, todos republicanos mais um representante democrata.

A presidente da Câmara, a democrata Nancy Pelosi, considerou o pacote "uma das leis mais decisivas e transformadoras" com "tremendas consequências" para os americanos.

O projeto de lei inclui novos pagamentos diretos de US$ 1,4 mil a pessoas com renda inferior a US$ 75 mil ao ano, quantia superior aos depósitos de US$ 600 e US$ 1.200 dos pacotes anteriores.

A iniciativa amplia até o começo de setembro o auxílio a desempregados, com US$ 300 semanais, já que o atual expira em 14 de março, data limite estabelecida para a Casa Branca e os congressistas democratas terem finalizado o projeto.

O pacote ainda destina US$ 350 bilhões para fovernos locais e estaduais, US$ 170 bilhões para a reabertura de escolas, US$ 14 bilhões para fortalecer o plano de vacinação e outros US$ 46 bilhões para o sistema de exames de coronavírus.

O resgate impulsionado por Biden se juntará ao de US$ 900 bilhões que o Congresso aprovou em dezembro e ao de US$ 2,2 bilhões, até então o maior da história do país, de março de 2020, sob a presidência do republicano Donald Trump.